Gelog renova frota com um Scania a gás e dez Mercedes-Benz Axor

O Grupo Gelog, com sede em Santos (SP), anuncia a aquisição de novos caminhões, sendo um lote de 10 unidades do cavalo mecânico Mercedes-Benz Axor 2036 e uma unidade do Scania R 410 movido a gás natural veicular (GNV) e ou biometano, que atende os planos da empresa em contribuir para a redução de emissão de carbono na atmosfera.

Os novos veículos chegam para renovação de frota da Gelog, que atua principalmente no transporte e logística de contêineres em operações portuárias e aeroportuárias, além de transporte de carga seca, produtos químicos e farmacêuticos, explosivos, autopeças, alimentos, máquinas e equipamentos, e serviço de armazém geral, possuindo unidades operacionais, além de Santos, nas cidades paulistas de Guarulhos, Campinas, Paulínia e Pindamonhangaba.

O Scania R 410 a gás possui motor de ciclo Otto com 6 cilindros de 12,7 litros desenvolvido para queima de GNV e biometano, com potência de 410 cv e torque máximo de 2.000 Nm, emitindo 15% menos CO2 com o uso de GNV e 90% menos com o biometano, em comparação com a versão a diesel, além de ser 20% mais silencioso. Já o Mercedes-Benz Axor 2036 é equipado com o motor turbo diesel OM 457 LA com 6 cilindros de 12 litros com 360 cv de potência e 1.850 Nm de torque máximo, e cabine leito com teto alto na versão escolhida pela Gelog.

Foto: Gelog