Contran autoriza eixo de tração auxiliar elétrica para semirreboques

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) liberou a utilização de semirreboques de caminhões com eixo elétrico, um sistema auxiliar de tração que recupera a energia gerada durante frenagens e descidas e a emprega para auxiliar o cavalo mecânico em subidas de modo mais eficiente. O novo dispositivo proporciona mais segurança, redução do consumo de combustível com consequente redução de emissão de poluentes na atmosfera.

Na mesma reunião, o Contran também aprovou o parecer favorável à adesão do Brasil ao Fórum Mundial para a Harmonização dos Regulamentos Técnicos Veiculares (WP.29) da Organização das Nações Unidas (ONU), um grupo de trabalho que administra acordos relativos às prescrições técnicas para a construção e homologação de veículos com rodas. O Brasil será o primeiro país da América Latina a integrar o fórum.

“A reunião de hoje foi de alinhamento entre política e regulação, preocupação com o meio ambiente, inovação tecnológica, segurança e, sobretudo, simplificação regulatória, elementos fazem parte da agenda de trânsito do Minfra”, declara Bruno Eustáquio, secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, que presidiu a reunião do conselho.

O eixo trativo auxiliar elétrico e-Sys, desenvolvido pela Suspensys, divisão das Empresas Randon, em parceria com o Centro Tecnológico Randon (CTR), já está em testes de rodagem em carretas de clientes da Randon Implementos, equipadas com semirreboques da linha Hybrid R. Após todos os testes e homologações necessários, o sistema deverá ser lançado no mercado ainda em 2022. De acordo com a Randon, dependendo das condições da operação de transporte, o equipamento pode proporcionar uma economia de combustível de até 20%.

Foto: Randon