Tração auxiliar elétrica e-Sys da Suspensys passa por testes na BRF

As Empresas Randon desenvolvem o inovador sistema de tração elétrica e-Sys da sua divisão Suspensys instalado em implementos rodoviários da linha Hybrid R da Randon Implementos em parceria com clientes. Já estando na fase de testes de campo, a Randon realizou a entrega técnica de dois desses semirreboques para a BRF, que serão operados pelas transportadoras que estão a serviço da companhia alimentícia, sendo uma versão frigorífica para a Tombini para o transporte de cargas entre unidades da empresa nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, e uma graneleira para a G10 para escoamento de cargas do agronegócio em rodovias do Paraná.

O e-Sys foi apresentado como conceito em 2019, e já foi previamente testado no final de 2021 em um modelo graneleiro Hybrid R operado pela Copérdia (Cooperativa de Produção e Consumo Concórdia) no transporte de grãos entre o norte gaúcho e o oeste catarinense. Finalizados todos os testes e homologações, o sistema deverá começar a ser comercializado no decorrer de 2022.

Durante um período de 30 dias, os veículos de testes são monitorados pela engenharia para a coleta de dados sobre redução de consumo de combustível alcançado pelo uso do sistema de tração elétrico auxiliar no semirreboque. Os motoristas das duas carretas receberam treinamento com pilotos de testes do Centro Tecnológico Randon (CTR), onde foram realizadas todas as provas preliminares do produto antes de irem para a fase de testes de campo.

O Suspensys e-Sys é um sistema de tração elétrico que apresenta um conceito inovador e sustentável, desenvolvido exclusivamente pela Randon em parceria com a Suspensys e o CTR, atuando como tecnologia auxiliar de recuperação de energia gerada durante descidas e frenagens do caminhão para serem utilizadas para tração em subidas e ultrapassagens.

Dependendo da aplicação, condição de carregamento e rodovia percorrida, a economia de combustível pode chegar a até 20%, proporcionando um menor desgaste dos componentes e contribuindo para a redução de geração de resíduos e emissão de gases. Estimativas demonstram que a redução na emissão de carbono pode chegar a 96 toneladas por ano, contribuindo para uma operação sustentável.

“Os testes são determinantes dentro do processo de desenvolvimento. Pela experiência vivenciada pelos nossos parceiros, consolidando os parâmetros necessários, poderemos disponibilizar ao mercado uma tecnologia inovadora, que contribui para eficiência da operação do transportador e colabora com os desafios do setor de transporte em reduzir as emissões de gases do efeito estufa”, finaliza Sérgio Carvalho, CEO das Empresas Randon.

Foto: Randon