Iveco Hi-Way movido a biometano é apresentado em evento do Governo Federal

Nesta segunda-feira (21) foi realizado evento no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), para assinatura do decreto do Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura (REIDI) para o biometano e para o lançamento do Programa de Redução de Metano, promovido pelos ministérios de Minas e Energia e do Meio Ambiente, com apoio da Associação Brasileira do Biogás (ABiogás). A Iveco participou com a apresentação de seu caminhão extrapesado Hi-Way movido a biometano e gás natural.

A solenidade contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, ministros, parlamentares, representantes da cadeia do setor de biogás e biometano, e representantes da Iveco, como Eduardo Freitas, diretor de Relações Institucionais para a América Latina e Marcio Querichelli, presidente da Iveco para a América Latina.

Querichelli afirma que a montadora caminha a passos largos para se tornar uma marca com um portfólio ainda mais verde e que acredita que o biometano se tornará uma opção de combustível cada vez mais viável aos transportadores, tendo em vista o grande potencial de produção desse tipo de gás no Brasil, tornando-se uma relevante opção para o transporte brasileiro no futuro. “Na Europa, somos líderes nesse segmento e, agora, chegou a vez de implementarmos essa tecnologia da Iveco, que é referência global, também no Brasil”, destaca o executivo.

Na América Latina, a marca já comercializou mais de mil veículos movidos a gás. Destaque para duas negociações: 100 unidades do Hi-Way GNC (gás natural comprimido) com motor FPT Cursor 13 para a NRG Argentina SA, fornecedora de areia de fratura para a indústria petrolífera, em especial na região de Vaca Muerta, próxima à Patagônia, onde está localizado um reservatório de petróleo e gás, e outros 35 caminhões Hi-Way GNL (gás natural liquefeito), que também conta com motor Cursor 13, para a transportadora chilena San Gabriel, empresa com uma longa história no mercado chileno, atendendo clientes como a cervejaria AB InBev.

Bernardo Brandão, diretor de Marketing e Portfólio de Produtos da Iveco para a América Latina, destaca que na Argentina a marca já possui um amplo portfólio de produtos movido a gás natural e biometano, e foi a primeira marca naquele país a ter o certificado de homologação para fabricar caminhões movidos a gás, produzindo atualmente o Tector CNG na planta de Córdoba. “No Brasil, iniciaremos no segundo trimestre a operação assistida em clientes-chave para consolidarmos o desenvolvimento do nosso produto movido a biometano e gás natural, criado especificamente para atender as principais missões de transporte de cargas realizadas no país. Esse é um importante passo para o nosso programa Brasil Natural Power, que conta com diversos parceiros estratégicos para, juntos, desenvolvermos o gás natural e, principalmente, o biometano como um combustível operacionalmente competitivo para o transportador”, finaliza Brandão.

Foto: RCGPhotoFilms