Iveco participa do Dakar 2022 com dois bicudos Powerstar e um frontal Trakker

A equipe Petronas Team De Rooy Iveco partiu no dia 1º de janeiro de Jeddah, na Arábia Saudita, para o início da edição 2022 do rali Dakar, que retorna àquele país com um novo roteiro. No primeiro dia, os participantes percorreram uma distância total de 834 km com uma mini-especial de 19 km como prova de apresentação. O percurso total da competição possui mais de 8 mil km, dos quais 4.300 km de etapas especiais com todos os tipos de terrenos, em trilhas e cadeias de dunas e desfiladeiros. Neste dia 4 de janeiro, a equipe já chegou à etapa 3 em Al Qaisumah, na Arábia Saudita.

O time participa do rali com três caminhões Iveco, dois bicudos Powerstar Evo e um Trakker, fornecidos oficialmente pela marca pelo décimo ano consecutivo, contando também com a disposição de peças de reposição. Os modelos são equipados com motores FPT Cursor 13 especialmente preparados, com até 1.000 cv de potência.

O Powerstar número 504 é pilotado por Janus van Kasteren Jr, que participa do Dakar pela terceira vez com um modelo da marca, tendo Marcel Snijders como navegador e Darek Rodewald como mecânico. Nas edições anteriores, o piloto neerlandês conquistou várias colocações entre os 10 primeiros. Ao volante do Powerstar número 515 está Vick Versteijnen, que substitui Hans Stacey e participou de três edições anteriores do rali. Seu navegador é Teun van Dal, que substitui Anton van Limpt, e o mecânico é Randy Smits.

Já o Iveco Trakker número 524 é pilotado por Mitchel van den Brink, tendo Rijk Mouw como navegador e Bert Donkelaar como mecânico. Mitchel estreou no Dakar em 2019 com apenas 16 anos como navegador e mecânico do seu pai, o piloto neerlandês Martin van den Brink.

A Iveco participa do rali Dakar desde a primeira edição em 1979 com o fornecimento de caminhões de apoio até a década de 80, quando fornecia os modelos bicudos PAC 260 e 190. A cooperação entre a Iveco, a Petronas e a equipe De Rooy começou no rali do Marrocos em 2011, com um Trakker conquistando a vitória, seguida por mais duas conquistas em 2012 e 2016 no rali Dakar.

Os caminhões que participam da atual edição do Dakar são preparados pela De Rooy com suporte técnico da Iveco, sendo o Powerstar baseado no caminhão bicudo australiano da marca. Ao mesmo tempo em que inicia sua participação na edição 2022 do rali Dakar, a Iveco já se encontra sob o comando do recém-criado Iveco Group, que oficialmente separou-se do Grupo CNH Industrial em 1º de janeiro.

Foto: Iveco