Iveco e Nikola inauguram fábrica de caminhões elétricos na Europa

A Iveco e a Nikola Corporation anunciam a inauguração de sua nova planta para a produção do cavalo mecânico extrapesado elétrico Nikola Tre na cidade de Ulm, na Alemanha. O caminhão frontal foi desenvolvido em parceria pelas duas companhias e a fabricação do modelo terá início no final do ano, com as primeiras unidades entregues em 2022 a clientes selecionados dos EUA. A produção terá início até final do ano e os primeiros modelos Nikola Tre produzidos na planta serão entregues para clientes selecionados nos Estados Unidos, em 2022. Inicialmente serão fabricados modelos elétricos a bateria, mas foi apresentado ao público o protótipo do Tre elétrico a célula de hidrogênio que entrará em produção até o final de 2023.

“É extremamente gratificante poder testemunhar a execução de um árduo trabalho entregue no prazo e de acordo com nossos planos originais. Graças à reconhecida experiência da Iveco, fornecemos uma plataforma sobre a qual a tecnologia Nikola pode prosperar. Agora, nosso foco está em garantir o sucesso desta operação e assumirmos a liderança, quando se trata de transporte pesado de longa e curta distância, com emissão zero de poluentes”, declarou Gerrit Marx, presidente de Veículos Comerciais e Especiais da CNH Industrial e CEO da Iveco.

A Iveco, que recentemente anunciou que a linha de veículos comerciais rodoviários sairão da CNH Industrial para formar o Iveco Group no início de 2022, tem planos de investir em veículos movidos a combustíveis alternativos também no Brasil. A marca iniciou o programa Brasil Natural Power para, em conjunto com parceiros, desenvolver, produzir e comercializar veículos movidos a combustíveis alternativos no país. Inicialmente a aposta será no gás natural, a mais viável para o país no momento, mas há planos de adoção de outras tecnologias, como a eletrificação. “Estamos focados na missão de promover um transporte sustentável sem deixar de lado a rentabilidade da operação do cliente”, ressalta Marcio Querichelli, presidente da Iveco na América do Sul.

A nova fábrica de Ulm, localizada no mesmo complexo industrial da Magirus, divisão da Iveco, possui 50 mil metros quadrados, dos quais 25 mil metros quadrados são cobertos, com uma linha de montagem projetada especificamente para veículos elétricos. A planta deverá contar com cerca de 160 fornecedores envolvidos em todo o processo de produção dos caminhões, e ter capacidade de fabricar aproximadamente mil unidades por turno, com um aumento progressivo nos próximos anos. A fábrica irá operar de acordo com os princípios do moderno conceito Manufatura de Classe Mundial (WCM), com objetivo de atingir desperdício zero, acidente zero, falha zero e estoque zero, implementado através da gestão totalmente digital do chão de fábrica, projetada para garantir 100% de rastreabilidade e operações sem papel.

O caminhão Nikola Tre foi desenvolvido com base no novo Iveco S-Way, sucessor das linhas Hi-Road e Hi-Way na Europa, equipado com um eixo elétrico desenvolvido em conjunto com a FPT Industrial associado à tecnologia de bateria elétrica e de célula de combustível da Nikola e componentes fornecidos pela Bosch. O caminhão apresenta uma plataforma modular que permite a implementação tanto de eletrificação com bateria quanto tecnologia de célula de combustível, o que contribui para a redução de custo com o aproveitamento dos mesmos componentes para os dois tipos de veículos elétricos. A cabine do Tre apresenta o design moderno e aerodinâmico, o amplo espaço e o conforto internos que caracterizam o Iveco S-Way.

Foto: Nikola