Acordo com o Minfra garante R$ 460 milhões para obras de rodovias de SC

O acordo assinado na semana passada entre o Ministério da Infraestrutura (Minfra) e o governo de Santa Catarina garantiu R$ 465 milhões para a continuidade de obras nas rodovias BR-470, BR-280, BR-163 e BR-285. Deste total, pelo menos R$ 126 milhões serão investidos nas rodovias federais catarinenses até o final de 2021.

De acordo com o cronograma deste ano, serão aplicados R$ 31,1 milhões em outubro, R$ 46,9 milhões em novembro e R$ 47,8 milhões em dezembro – e o restante distribuído ao longo de 2022. Toda a verba virá do governo estadual, enquanto as obras são responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito (DNIT).

“Essa é a celebração de um novo passo para a infraestrutura de um estado importante como Santa Catarina, que responde a uma parcela significativa do PIB nacional, com uma agropecuária pujante com importantes empresas do setor instaladas, além da característica conhecida pelo potencial turístico”, salientou Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura.

Os investimentos serão divididos da seguinte forma:

BR-470, de Navegantes a Indaial: R$ 300 milhões para a ampliação; R$ 100 milhões para cada um dos lotes 1 e 2, e outros R$ 50 milhões para cada um dos outros dois lotes (3 e 4)
BR-163, entre os municípios de Dionísio Cerqueira e São Miguel do Oeste: R$ 100 milhões para a recuperação e adequação
BR-280, de São Francisco do Sul a Jaraguá do Sul: R$ 50 milhões para a duplicação
BR-285, de Timbé do Sul até a divisa com o Rio Grande do Sul: R$ 15 milhões para a pavimentação

O montante para 2021 pode ainda chegar a quase R$ 200 milhões, caso o Congresso Nacional aprove a suplementação de recursos para o último trimestre. Os serviços seguirão coordenados pelo DNIT e o pagamento às empreiteiras administrado diretamente pela Secretaria Estadual da Infraestrutura ao fim de cada segmento entregue. O Governo Federal também permanecerá responsável pelas desapropriações e licenças necessárias para o avanço das obras.

Com 32 quilômetros duplicados, de um total de 73,2 quilômetros, a BR-470 é de extrema importância para o escoamento da produção do estado ao Porto de Navegantes, além da ligação à rodovia BR-101, outro importante eixo de integração e que conecta os portos de Itajaí e São Francisco do Sul. Já a BR-163 é mais um eixo de grande fluxo de escoamento de produtos agropecuários.

A rodovia BR-280 atua como um corredor de exportação ao Porto de São Francisco do Sul e a duplicação minimizará conflitos de trânsito, incluindo os contornos rodoviários nas cidades de Guaramirim e Jaraguá do Sul. E no caso da BR-285, de mais de 740 quilômetros de extensão, oferece a chance de integração com a malha rodoviária da Argentina, possibilitando uma conexão bioceânica (Pacífico-Atlântico). Além disso, liga a região do planalto gaúcho aos portos catarinenses, fomentando o turismo e as cadeias produtivas regionais.

Com informações de Aescom Minfra | Foto: Minfra