Volvo apresenta caminhão-conceito Efficiency Concept Truck desenvolvido no Brasil

A Volvo Caminhões Brasil apresenta um avançado caminhão-conceito rodotrem graneleiro, baseado em um Volvo FH 6×4, desenvolvido, em modelo único, pela engenharia brasileira e europeia da marca em parceria com Randon, Hyva e Continental, que contribuíram com soluções inovadoras no implemento rodoviário, sistema hidráulico e pneus. “A Volvo é uma marca focada em inovação. Esse caminhão é um laboratório sobre rodas, onde vamos testar tecnologias que chegarão aos veículos de série no futuro. Esse é o primeiro caminhão-conceito construído no Brasil, para a realidade do transporte que temos aqui”, declara Fabrício Todeschini, diretor de Engenharia de Veículos da Volvo no Brasil.

O caminhão será testado em operação real, em viagens na “rota dos grãos”, partindo da Região Centro-Oeste do Brasil com destino aos portos de escoamento da safra. A Volvo escolheu esta configuração de aplicação para o seu caminhão-conceito brasileiro devido ao país ser um dos maiores mercados do agronegócio no mundo, quebrando anualmente recordes de produção de grãos, e tendo no caminhão seu principal meio de transporte, em especial o Volvo FH, extrapesado líder no seu segmento no Brasil, muito utilizado para tracionar carretas, bitrens e rodotrens inclusive para o agro.

“O conjunto como um todo foi projetado para garantir menor consumo de diesel, aumentar a disponibilidade e proporcionar mais segurança na operação. Estamos testando diversos conceitos novos, tanto no cavalo mecânico como no implemento, com nossos parceiros. São melhorias no motor, na aerodinâmica, no gerenciamento de energia e muito mais”, destaca Juliane Tosin, gerente de Projetos de Engenharia da Volvo e líder do projeto do caminhão-conceito.

Para melhorar a aerodinâmica, a cabine ficou mais baixa e 250 mm mais longa, a frente ficou projetada 175 mm para a frente, e a traseira da cabine recebeu grandes defletores que possuem o dobro do tamanho dos usados no FH convencional. O entre-eixos foi reduzido para apenas 3.000 mm, deixando o implemento mais próximo da cabine, assim como a caixa de baterias e o tanque de Arla 32 foram reposicionados, e as laterais do chassi do cavalo mecânico e também da carroceria graneleira receberam saias, resultando em um conjunto com melhor fluxo aerodinâmico ao redor do veículo.

O implemento rodoviário graneleiro Concept Trailer, criado pela Randon Implementos em alumínio, para redução de peso, também recebeu defletores na traseira do semirreboque e do reboque para melhoria da aerodinâmica, enquanto o sistema hidráulico basculante foi desenvolvido pela Hyva. A caixa de carga foi construída com perfis de alumínio, dispostos de forma horizontal e unidos por adesivo estrutural, o que elimina consideravelmente o uso de solda. Sem colunas e com os defletores, o implemento apresenta redução do arrasto aerodinâmico. Para a segurança, traz um dispositivo antitombamento que ajuda a corrigir a trajetória em condições de risco e identifica quando a carroceria não está carregada e suspende automaticamente os eixos, reduzindo o desgaste dos pneus, o consumo de combustível e o impacto sobre o pavimento da rodovia.

O implemento possui sensores e câmera de ré interligados ao sistema de freios, que atua automaticamente quando há presença de obstáculos na área de manobra. A operação de acoplamento e desacoplamento do conjunto também foi otimizada com sensores nas quintas rodas e um aparelho de levantamento elétrico que ampliam a segurança e ergonomia da tarefa. O enlonamento da carga é feito por um recurso totalmente automatizado, acionado por controle remoto, que reduz o tempo e elimina a necessidade de o operador subir nas caixas de carga, tornando essa operação muito mais ágil e segura.

“Pela primeira vez, os projetos de um rodotrem e de um caminhão foram feitos em conjunto, um pensando no outro, com ganho de eficiência em combustível, conectividade e interface com o usuário. Da construção ao próprio design, mais aerodinâmico, é diferente de tudo o que há no mercado”, ressalta Sandro Trentin, diretor-geral da Randon Implementos.

A Continental forneceu pneus da família Conti Light Pro, equipados com tecnologia digital para medição de pressão e temperatura em tempo real, por meio de sensores internos instalados nos pneus, que enviam os dados às antenas e receptores instalados tanto no cavalo mecânico quanto no implemento. Ao invés de 34 pneus, como seria usual num rodotrem graneleiro convencional, o Efficiency Concept Truck usa apenas 22 unidades, o que proporciona redução de peso e aumento da capacidade de carga. Compostos específicos utilizados na banda de rodagem contribuem para uma menor resistência ao rolamento e consequente menor consumo de combustível.

O rodotrem conceito está equipado também com a solução ContiPressureCheck da Continental, em que sensores medem a pressão e a temperatura interna dos pneus e os dados são enviados à cabine do veículo através de antenas e de receptores instalados tanto no cavalo mecânico quanto nas carrocerias, garantindo que a gestão e a manutenção preventiva sejam realizadas de maneira mais efetiva, prolongando a vida útil, reduzindo o consumo de combustível e as emissões de CO₂. O motorista é alertado sobre eventuais problemas nos pneus a partir do display integrado ao painel de instrumentos do caminhão, com alertas visual e sonoro para o condutor.

“A solução digital da Continental vai ao encontro das principais metas do Efficiency Concept Truck da Volvo. Com o monitoramento da pressão e da temperatura os pneus estão menos suscetíveis a danos que podem vir a causar acidentes ou paradas durante o trajeto”, afirma Renato Martins, chefe de Key Account Management (KAM) da Continental Pneus para o Mercosul.

Para substituir os retrovisores externos, o caminhão Volvo Efficiency recebeu câmeras nas laterais da cabine que exibem imagens em telas no painel de instrumentos, com um alcance de visão maior que o dos espelhos. A suspensão dianteira do veículo conta com molas 30 quilos mais leves, calotas e rodas de alumínio, itens mais leves que contribuem para diminuir peso e aumentar a produtividade. Internamente, a cabine ficou ainda maior, com uma cama 250 mm mais larga, proporcionando maior espaço e conforto para o descanso do motorista.

O motor do Efficiency Concept Truck é uma evolução dos modelos atuais a diesel, equipado com a tecnologia I-Save, disponibilizado pela Volvo na Europa, que inclui um novo projeto dos pistões, fazendo com que a queima de combustível se concentre no centro dos cilindros, contribuindo para reduzir o consumo. O I-Save traz também um sofisticado sistema de turbocompressor, que gera torque extra, possibilitando menor rotação do motor em velocidade de cruzeiro em longas distâncias, uma condição ideal para carretas graneleiras.

Para a lubrificação, o propulsor ganhou também um novo conceito de troca do óleo por diferença de pressão, e não por gravidade como é feito normalmente, tornando o processo mais rápido, limpo e seguro, assim como a redução de elementos filtrantes, de três para dois filtros, e a adoção de um novo óleo lubrificante, o VDS5, que é menos viscoso e circula com mais facilidade pelo motor, lubrificando mais rapidamente e auxiliando na redução de consumo de combustível.

O Volvo Efficiency Concept Truck é o primeiro a ter um sistema próprio de geração de energia, com um painel fotovoltaico para captação de energia solar e super capacitores instalados para abastecer os componentes eletrônicos e garantir aumento da vida das baterias. Outra inovação é a utilização de uma peça produzida em impressora 3D, tecnologia que deverá ser gradativamente adotada para a fabricação de componentes, dando mais agilidade ao serviço pós-venda da marca. O item feito em 3D é um encaixe do suporte do paralama traseiro, confeccionado em alumínio, e que mantém as características do componente original.

“Estamos muito orgulhosos em ter feito o primeiro caminhão-conceito do Brasil. É uma prova do compromisso da Volvo com os transportadores do país, sempre inovando. Vários desses conceitos vão chegar aos nossos caminhões de série no futuro, como soluções de ponta já validadas em nosso mercado, um dos mais severos do mundo”, finaliza Todeschini.

Fotos: Volvo