Exportações da Iveco no primeiro semestre cresceram 139% no varejo

A Iveco anuncia crescimento das vendas a mercados externos da ordem de +39% no atacado e +139% no varejo no primeiro semestre, em comparação com o mesmo período de 2020. As principais exportações da fabricante foram destinadas a países da América do Sul, como Uruguai, Paraguai, Chile, Peru e Venezuela, com exceção da Argentina, onde a Iveco também possui uma fábrica. Uma linha completa de veículos comerciais dos leves aos extrapesados, incluindo chassis de ônibus, com tecnologia de ponta e a expansão da rede de concessionárias são fatores que contribuem para ampliar a presença da marca no continente.

“Seguimos em contato com potenciais clientes para fortalecer nossa presença no mercado e trabalhamos para que novos players estejam ao nosso lado nessa jornada. Em breve teremos novidades nesse sentido”, declara Daniel Calderoni, diretor comercial da Iveco para países importadores da América do Sul.

Para atender a região, a Iveco conta com as fábricas de Sete Lagoas (MG), no Brasil, e de Córdoba, na Argentina. A Iveco Sete Lagoas foi inaugurada em 2000 e é um dos mais modernos complexos industriais de veículos comerciais da América Latina, já tendo produzido mais de 220 mil unidades e com uma estrutura constituída por uma moderna linha de montagem, pelo Centro de Desenvolvimento de Produto (CDP) e por uma pista de testes que simula todas as condições reais de uso dos veículos, além de um time de profissionais qualificados. “Contratamos também novos profissionais para reforçar o time em um momento em que o mercado, infelizmente, registra altos índices de desemprego”, finaliza Calderoni.

Foto: Iveco