Iveco fecha primeiro semestre como linha de comerciais que mais cresce no Brasil

A Iveco vem mantendo crescimento sustentável desde 2020, quando registrou alta de 30% em vendas, e fechou o primeiro semestre de 2021 como a marca de veículos comerciais full-liner que mais cresce no Brasil. As vendas totais da montadora cresceram 71% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o mercado registrou alta de 50%. “Nosso time é responsável por essa fase positiva da Iveco no Brasil. Com profissionais altamente qualificados, um portfólio completo e capilaridade nacional mantemos a operação crescendo e os clientes satisfeitos”, declara Marcio Querichelli, líder da Iveco na América do Sul.

No mercado de leves, a Iveco cresceu 47%, enquanto o mercado apresentou alta de 33% no período. A marca é líder no segmento de chassi-cabine, com um market-share de 35,6%. Os veículos médios da montadora obtiveram crescimento de 70%, enquanto o mercado teve alta de 37%. Os semipesados da Iveco cresceram 90%, e o mercado cresceu 54% no semestre. A marca obteve o maior crescimento no segmento de pesados, registrando 107% de alta, enquanto o mercado obteve 61% de crescimento de janeiro a junho.

No mercado de leves, a liderança no segmento de chassi-cabine com o Daily se deveu principalmente ao crescimento do e-commerce, setor que vem registrando alta demanda desde o início da pandemia do novo coronavírus, além do modelo da Iveco sempre ter sido, desde seu lançamento no país, uma referência neste segmento.

No segmento de médios e semipesados, o bom desempenho se deveu à nova linha Tector, que foi renovada e ficou completa ganhando também versões com PBT de 9 e 11 toneladas, além de se beneficiar com a saída do país da Ford Caminhões, que atuava nesse segmento com a linha Cargo, deixando uma coluna de demanda que em parte vem sendo suprida pela marca italiana.

No segmento de pesados, os cavalos mecânicos Hi-Road e Hi-Way, apesar de concorrerem com modelos de gerações mais atualizadas das marcas rivais, contam com motorização energeticamente eficiente, ótimo custo total de operação (TCO), sistema de telemetria e conectividade Iveco Connect e uma rede de 77 concessionárias com boa capilaridade em todo o território nacional, características que têm proporcionado aos modelos um significativo desempenho em vendas.

A Iveco segue investindo e planeja o lançamento no Brasil da sua linha de veículos comerciais movida a gás para atender à demanda cada vez maior de clientes por sustentabilidade no país, com a adoção de caminhões com emissão zero para suas frotas. A montadora já disponibiliza veículos com essa tecnologia há anos na Europa, onde já foi implantada uma infraestrutura de abastecimento de gás. “Junto de grandes parceiros vamos ‘preparar o terreno’ para que, em breve, a Iveco produza e comercialize veículos GNV no Brasil. Esse é um passo fundamental para mantermos nossos negócios alinhados com o futuro dos transportes: sustentabilidade + tecnologia = custo operacional”, destaca Querichelli.

O crescimento da Iveco no mercado nacional reflete o investimento não apenas nos produtos, mas também na melhoria do atendimento ao cliente, esforço que inclusive foi reconhecido recentemente com o troféu de Excelência em Serviços ao Cliente concedido pela revista Consumidor Moderno, com a adoção de plataformas on-line para facilitar e agilizar a interatividade, como o Centro de Atenção ao Cliente, que conta com assistência 24 horas, e a disponibilidade de várias opções de planos de manutenção adequados a cada operação.

“Os resultados do primeiro semestre nos colocam em uma posição de destaque ainda maior no setor de transportes. Estamos no melhor momento desde 2014 e isso é fruto do trabalho de um time muito competente, que procura sempre se superar, da força da nossa rede de concessionárias e, principalmente, dos nossos clientes que depositam cada vez mais confiança na Iveco”, finaliza Ricardo Barion, diretor comercial da Iveco.

Imagem: Iveco