VWCO lança o e-Delivery, primeiro caminhão 100% elétrico produzido no Brasil

O primeiro caminhão 100% elétrico fabricado no Brasil está sendo lançado e disponibilizado para pré-venda pela VW Caminhões e Ônibus (VWCO). Para o desenvolvimento do novo modelo, com PBT (peso bruto total) de 11 e 14 toneladas, o Grupo Traton investiu R$ 150 milhões e mais de 400 mil quilômetros de testes realizados por um time formado por 150 engenheiros e técnicos brasileiros, além do suporte da engenharia da Traton na Alemanha.

“O futuro chegou. Mais do que vender produtos ou soluções em serviços, nosso propósito é unir o transporte de pessoas e bens ao uso de energias cada vez mais renováveis e limpas. É o que temos feito ao longo da nossa história de 40 anos, pesquisando diferentes matrizes energéticas, respeitando o meio ambiente e construindo um legado para a sociedade. E que agora culmina na chegada do e-Delivery”, declara Roberto Cortes, presidente e CEO da VWCO.

O e-Delivery é produzido no complexo industrial da montadora em Resende (RJ) dentro do conceito e-Consórcio, uma parceria entre a VW e fornecedoras de componentes de caminhões e de sistemas de eletromobilidade, com a criação de uma cadeia que vai desde a linha de montagem até a infraestrutura de recarga e gerenciamento de ciclo de vida da bateria dos veículos, com foco em uma solução integrada para o cliente.

“E o mercado já corresponde a tanta inovação. Além do acordo já firmado com a Ambev, acabamos de fechar os primeiros negócios com outras grandes empresas no país. Coca-Cola FEMSA Brasil e JBS são as primeiras a adquirir os modelos elétricos Volkswagen em pleno lançamento comercial”, destaca Cortes.

O VW e-Delivery de 11 toneladas está equipado com um motor com potência de 300 kW (equivalente a 408 cv de um motor a combustão) e torque máximo de 2.150 Nm a partir de zero rotação, opões de três ou seis módulos de bateria, de acordo com a autonomia necessária à operação, suspensão pneumática de série, PBT de 10.700 kg e capacidade máxima de carga útil incluindo a carroceria de 6.320 kg.

Já o modelo de 14 toneladas possui a mesma motorização do 11 toneladas, com 300 kW de potência e torque de 2.150 Nm, podendo igualmente receber três ou seis módulos de bateria. A suspensão pneumática traseira é trucada e permite suspender um dos eixos. O PBT é de 14.300 kg e a capacidade máxima de carga útil incluindo a carroceria é de 9.055 kg, a maior na categoria de caminhões elétricos do Brasil.

O e-Delivery foi apresentado pela primeira vez em 2017 no Innovation Day, evento sobre inovação tecnológica promovido pelo Grupo Traton em Hamburgo, Alemanha. De lá pra cá veio sendo desenvolvido para se tornar apto à produção em série rodando em ruas, estradas e pista de testes do centro de pesquisa e desenvolvimento da montadora em Resende (RJ), para que o modelo atendesse o padrão de qualidade estabelecido pela Traton e todas as normas globais específicas de segurança para veículos elétricos.

O desenvolvimento contou com a parceria da Ambev, com a qual iniciou um intenso programa de testes em situações de uso real de distribuição de bebidas na cidade de São Paulo (SP), perfazendo mais de 45 mil quilômetros rodados, deixando de emitir mais de 34 toneladas de CO2 e de consumir mais de 10 mil litros de diesel, além de comprovar a confiabilidade e segurança em operação. Muito satisfeita com os resultados, a Ambev realizou o pedido inicial de 100 unidades do modelo e anunciou que planeja adquirir um total de 1.600 caminhões VW e-Delivery até 2025 para compor sua frota.

Foto: VWCO