DNIT segue com obras de pavimentação da Estrada Boiadeira, no PR

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avança nas obras de pavimentação da BR-487 no Paraná, mais conhecida como Estrada Boiadeira. Na primeira quinzena de junho, O DNIT, em parceria com a usina hidrelétrica Itaipu Binacional e o Governo do Paraná, realiza uma série de serviços no município de Icaraíma, entre eles o Tratamento Superficial Duplo (TSD), a execução de solo cimento, de sarjeta triangular de concreto e de reciclagem.

As ações buscam reduzir o tempo de viagem, o custo do frete e facilitar o acesso a produtos do Noroeste Paranaense ao estado de Mato Grosso do Sul. O DNIT tem a responsabilidade de acompanhar e fiscalizar a parceria formalizada com a Usina de Itaipu e o Governo do Estado.

A pavimentação da Estrada Boiadeira possibilitará a interligação com o Corredor Bioceânico, uma rodovia de mais de 2,4 mil quilômetros entre Campo Grande (MS) e o Porto de Antofagasta, no Chile, reduzindo em até duas semanas o tempo de viagem das exportações do Centro-Oeste do Brasil até os países do Oriente, principalmente China, Japão e Coreia do Sul.

A rodovia ligará o Noroeste do Paraná à cidade de Porto Murtinho (MS), ponto de conexão com o corredor bioceânico que unirá os portos brasileiros de Santos (SP) e Paranaguá aos do Norte do Chile.

A revitalização da Estrada Boiadeira faz parte de um conjunto de obras financiadas pela margem brasileira de Itaipu que, juntas, já somam mais de R$ 2,4 bilhões em investimentos. Entre essas obras estão a Ponte da Integração Brasil-Paraguai (entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco) e a duplicação da BR-469 (a Rodovia das Cataratas).

De: CGCS DNIT | Foto: DNIT