Maio foi mês recorde para a marca Ram no Brasil

A Ram Brasil anuncia que o maio foi o mês que apresentou o melhor resultado de vendas para a marca desde 2005, quando a Ram 2500 começou a ser oficialmente importada para o país. Foram emplacadas 404 unidades no mês, representando 27,4% do total registrado em 2020 inteiro, um ano recorde para a marca, com 1.475 picapes vendidas. Com 197 exemplares, a Ram 1500 fechou seu primeiro mês cheio com um desempenho muito próximo ao da Ram 2500 (207 unidades).

“A Ram 1500 Rebel continua nos surpreendendo. Depois de as 100 unidades da pré-venda se esgotarem em apenas 18 horas, em dezembro, nós continuamos a receber pedidos desde então e, neste mês de estreia, a primeira muscle truck do Brasil já foi o sexto veículo mais vendido no segmento premium, muito perto da própria Ram 2500, que ficou no quinto lugar”, afirma Breno Kamei, diretor da Ram Trucks para a América do Sul.

A Ram deteve em maio 9,8% de market share entre as marcas premium, em um mercado com sedãs e SUVs de alto padrão, e conquistou 5,2% deste segmento no acumulado do ano, com destaque para a Ram 2500 Laramie. Entre janeiro e maio, a maior caminhonete do mercado teve 717 unidades emplacadas, 23,5% a mais do que o resultado do mesmo período de 2020.

Outro sucesso da marca no país é a série limitada Ram 2500 Rodeo, que teve as 100 unidades reservadas em somente 10 horas na semana passada. Com o êxito de vendas do modelo, a Stellantis, grupo proprietário da Ram, planeja importar mais exemplares da versão Rodeo, desenvolvida exclusivamente para o mercado brasileiro. Com o sucesso da marca no Brasil, há até rumores da chegada de uma nova picape Ram no segmento das médias (abaixo da 1500), com produção nacional no complexo industrial da Stellantis em Goiana (PE), mas nada confirmado pela montadora.

Foto: Ram