Vendas de implementos rodoviários apresentaram crescimento de 41,5% no primeiro trimestre

De acordo com dados divulgados pela ANFIR (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários), o mercado de implementos rodoviários fechou o primeiro trimestre de 2021 com alta de 41,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram vendidas no mercado interno um total de 35.883 unidades nos meses de janeiro a março de 2021, contra 25.351 unidades emplacadas no mesmo período de 2020.

Segundo levantamento da entidade, as linhas de reboques e semirreboques foram as que obtiveram mais emplacamentos no primeiro trimestre. A linha basculante, em especial, alcançou a marca de 5.764 unidades vendidas no período e um crescimento de 109,9% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Na segunda posição está a linha graneleiro carga seca, com 4.256 unidades comercializadas e uma alta de 50,7%. Outros destaques são os implementos baú carga geral, com 2.563 unidades e crescimento de 94,9%, e dolly para bitrem, com 2.956 unidades e alta de 97,9%.

Já no segmento de carrocerias sobre chassis, com um total de 14.584 implementos comercializados e alta de 19,7% em relação ao primeiro trimestre de 2020, o melhor desempenho foi do baú de alumínio frigorífico, com 6.549 unidades emplacadas no primeiro trimestre e crescimento de 18,2% em relação ao mesmo período de 2020. Em segundo lugar figura a linha graneleiro carga seca, com 3.453 unidades e alta de 22,1%. Outros destaques são a linha betoneira, com 344 unidades vendidas, representando um crescimento de 129,3% no trimestre, e a basculante, com 1.438 unidades e alta de 28,5%.

As vendas aquecidas de caminhões impulsionaram as de implementos rodoviários no Brasil no primeiro trimestre, e os dados da ANFIR demonstram que o agronegócio continua sendo o setor que mais impulsiona o segmento, com o predomínio das vendas de implementos para o transporte de grãos, assim como o de baús frigoríficos para o transporte principalmente de produtos alimentícios processados. Outro setor de destaque é o da construção civil, com ótima demanda pelo implemento basculante e significativo crescimento de vendas do betoneira, cuja demanda quase dobrou em relação ao trimestre de 2020.

As exportações de implementos rodoviários apresentaram desempenho excepcional, as vendas para mercados externos fecharam o período de janeiro a março de 2021 com crescimento de 127,6% em comparação com o mesmo período de 2020. No primeiro trimestre de 2021, o total de implementos exportados foi de 1.086 unidades, enquanto no mesmo período do ano passado foram exportadas 477 unidades.

Foto: Facchini