Primeiro ônibus articulado elétrico do Brasil roda em São José dos Campos

A BYD, montadora chinesa de veículos elétricos, colocou à disposição da cidade de São José dos Campos (SP) o primeiro ônibus articulado 100% elétrico do Brasil, dentro do conceito de VLP (veículo leve sobre pneus). O modelo circulará até o final de março para visitação do público e integrará o transporte público do município paulista para trafegar na Linha Verde. A apresentação do veículo aconteceu no Parque Tecnológico de São José dos Campos com a presença do diretor Institucional e chefe da Unidade de Ônibus da BYD Brasil, Marcello von Schneider, entre outras autoridades.

“Esse é o modelo de ônibus 100% elétrico que a BYD irá entregar para a cidade de São José dos Campos. Estamos satisfeitos em contribuir para uma cidade mais sustentável e com a mobilidade verde. As prefeituras estão compreendendo a relevância e a necessidade real de substituir veículos por não poluentes. Investir em veículos elétricos melhora a qualidade do ar das cidades, impactando diretamente na saúde da população”, declara Von Schneider.

O novo ônibus é alimentado por baterias de fosfato ferro lítio (LifePO4), com autonomia de 250 km com uma carga completa de três horas. A carroceria Attivi Express foi desenvolvida em parceria da BYD com a Marcopolo, sendo específica para chassis articulados com propulsão 100% elétrica, com 22 metros de comprimento total e capacidade para 168 passageiros, além das áreas para cadeirantes. Internamente, o veículo apresenta poltronas estofadas com apoio de cabeça e entradas USB individuais, monitores instalados no teto, rádio e alto-falantes.

As portas contam com vão livre de 1,30 metro, nos conceitos widedoor e slidedoor, facilitando o embarque e desembarque de passageiros, com sistema antiesmagamento, com sensores que evitam fechamento com qualquer movimento próximo, além de sistema de acessibilidade para cadeirantes. O modelo da BYD é equipado com o sistema BioSafe da Marcopolo, com um sistema UV-C de desinfecção do ar instalado no ar-condicionado, acabamento com aditivos antimicrobianos nas poltronas, balaústres e alças pega-mãos.

Para a segurança dos ocupantes, o veículo tem seis câmeras de alta definição e duas delas com infravermelho. Os espelhos retrovisores foram substituídos por duas câmeras de alta definição, que cobrem um campo de visão maior e permitem que os motoristas vejam pontos cegos e tenham facilidade de manobra, aumentando a segurança no trânsito. Entre os principais itens de série estão a coluna de direção regulável, ajoelhamento bilateral, regulagem de altura, sistema antichamas, tacógrafo digital, rodas de alumínio e suspensão pneumática integral.

São José dos Campos receberá 12 unidades do novo articulado elétrico, que já foram produzidas pela BYD em sua planta industrial em Campinas (SP), e estão sendo encarroçadas na Marcopolo, devendo ser entregues em outubro de 2021. A Linha Verde foi desenvolvida seguindo as diretrizes do plano diretor da cidade, que adotará um transporte rápido de massa (TRM) baseado nos conceitos mais avançados já existentes no mundo, proporcionando a mobilidade dos cidadãos com conforto em um sistema urbano focado na preservação do meio ambiente, com emissão zero de poluentes. O eixo sustentável terá 75 mil metros quadrados e inclui, além do corredor expresso, quatro praças ao longo do trajeto.

Foto: BYD