JSL compra transportadora Rodomeu por R$ 97 milhões

A JSL, uma das maiores operadoras de transporte e logística do Brasil, com sede administrativa em Mogi das Cruzes (SP), informou nesta quarta-feira (24), que fechou contrato para aquisição da Transportadora Rodomeu Ltda e da Unileste Transportes Ltda (conjuntamente Rodomeu) por R$ 97 milhões. Com a aquisição, a JSL amplia seu portfólio de serviços no segmento de transporte, passando a atuar também no segmento especializado de cargas de alta complexidade, com o transporte de máquinas e equipamentos, de produtos químicos, além da entrada no setor de transporte coletivo público (através do Consórcio Unileste), resultando em maior diversificação de segmentos de atuação para a companhia.

Com a transação, a JSL adquire 100% da Rodomeu por R$ 97 milhões, contando com um caixa de R$ 34 milhões e um endividamento bruto de R$ 14 milhões, o que resulta em um caixa líquido de R$ 20 milhões, e um valor estimado de R$ 55 milhões em ativos. Para fechar o negócio, a JSL pagará R$ 29,1 milhões, e o restante será pago em 24 parcelas mensais, conforme acordado em contrato. A previsão é de que, sob nova direção, a Rodomeu obtenha receita líquida de R$ 85 milhões e Ebitda (sigla em inglês de “lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização”) de R$ 20 milhões em 2021. Para a conclusão da aquisição da Rodomeu, deverão ser cumpridas todas as obrigações e condições jurídicas habituais exigidas para esse tipo de transação, incluindo a análise e aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A Transportadora Rodomeu, fundada em 1971 na cidade de Piracicaba (SP), é especialista no transporte rodoviário de cargas de alta complexidade, que inclui transferência e distribuição de produtos químicos (GLP, amônia, propano, propeno, butano, buteno, butadieno, peróxido de hidrogênio, entre outros), transporte de máquinas e equipamentos para os setores de construção civil e agronegócio, transporte de insumos e produtos acabados para os setores de papel e celulose, siderúrgico, metalúrgico e alimentício, além de atuar em operações especiais, como, por exemplo, o transporte oficial, há 12 anos, para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. A Rodomeu conta com uma frota própria de cerca de 470 veículos e possui uma equipe de cerca de 250 colaboradores.

A JSL quer valer-se da boa sinergia entre as empresas, dada a proximidade entre as sedes operacionais da Rodomeu, em Piracicaba (SP), e da JSL, em Itaquaquecetuba (SP). A rede de motoristas terceirizados e agregados da JSL (que opera em modelo asset light ) será aproveitada para acelerar a expansão da operação conjunta, além das empresas possuírem uma base de clientes similares e complementares, o que proporciona a oportunidade de cross-selling entre os vários segmentos de atuação das companhias.

A compra da Rodomeu soma-se às aquisições já realizadas pela JSL, no ano passado, das empresas de transporte Fadel, Transmoreno e TPC, e “comprova a capacidade de execução e a disciplina da estratégia de aquisições da JSL, que busca diversificação no seu portfólio de serviços com qualidade no serviço prestado ao cliente”, segundo nota da empresa. A JSL ainda informa que as aquisições somadas trazem uma receita líquida incremental aproximada de R$ 1 bilhão por ano. “As aquisições são extremamente complementares ao nosso negócio e contribuem para o aumento da participação da JSL em distribuição urbana, no transporte de carros novos, gestão de armazéns e transporte de cargas de alta complexidade. Avançamos ainda mais na liderança absoluta do setor com o maior e mais integrado portfólio de serviços logísticos da América do Sul”, declara a companhia.

Foto: Rodomeu