DNIT restringe tráfego de caminhões pesados e ônibus na BR-319

O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), autarquia vinculada ao Ministério da Infraestrutura (Minfra), publicou nesta terça-feira (26) a portaria nº 372 que determina restrições ao tráfego de veículos pesados de cargas e de passageiros na rodovia BR-319, que faz a ligação entre Porto Velho (RO) e Manaus (AM).

Ficou determinado que entre os meses de junho e novembro ficou proibida a circulação de veículos de cargas e de passageiros com peso acima de 23 toneladas, e entre os meses de dezembro e maio a restrição é para veículos acima de 17 toneladas. A medida visa a manter o tráfego mais seguro na região, em especial no trecho entre Careiro da Várzea (AM), no km 13, e o entroncamento com a BR-230 (Rodovia Transamazônica), no sentido de Humaitá (AM), no km 679.

O DNIT, em conjunto com a PRF, realizou a Operação Oxigênio, com o objetivo de assegurar que o transporte de sete carretas com 160 mil m³ de oxigênio chegassem de modo mais rápido e seguro a Manaus. O comboio percorreu 877 quilômetros e contou com o apoio das equipes de manutenção do DNIT para atravessar os trechos não pavimentados da BR-319 que apresentam condições severas com as chuvas. A autarquia informa que os projetos de pavimentação desses trechos ainda não asfaltados estão sendo elaborados e o início da execução das obras deverá se dar ainda em 2021.

O DNIT publicou na primeira quinzena de janeiro o edital de licitação para contratação da empresa que elaborará o plano básico ambiental (PBA), inventário florestal, projeto arqueológico, estudos de malária, execução de campanhas de fauna e demais obrigações ambientais necessárias à obtenção da licença de instalação (LI) e autorização de supressão de vegetação (ASV) para dar início à pavimentação do chamado “Trecho do Meio” da BR-319, entre os quilômetros 250 e 655,7.

Foto: Jheniffer Núbia/G1