Frigo King anuncia que cresceu 26% em 2020

A Frigo King, uma das maiores fabricantes de equipamentos para refrigeração de implementos frigoríficos, com sede em Guaramirim (SC), anuncia que obteve crescimento de 26% em 2020, apesar da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. A empresa fechou no ano passado vendas da ordem de R$ 28 milhões, ante R$ 22,3 milhões em 2019. A fabricante catarinense projeta um crescimento de 30% em 2021.

“O resultado é fruto de nossa visão estratégica onde entendemos que só com um programa contínuo de investimento em desenvolvimento de produtos poderíamos nos manter competitivos”, declara Marcos Augusto Pordeus de Paula, diretor da Frigo King.

A estratégia da companhia para driblar as dificuldades da economia foi alterar seu mix de produtos, oferecendo equipamentos mais completos, com mais funcionalidades e maior valor agregado. O resultado foi o aumento do faturamento, apesar da queda na quantidade de pedidos, entregando 1.055 dispositivos em 2020, ante 1.101 unidades em 2019, o que representa uma retração de 4%.

Após a paralisia do mercado no primeiro semestre de 2020 motivada pela pandemia, ocorreu aquecimento significativo das vendas no segundo semestre do ano. “Enfrentamos falta de crédito e de matérias-primas, mas no segundo semestre de 2020 a situação mudou, o crescimento da Frigo King foi uniforme”, afirma De Paula.

Este ano será o primeiro em que a planta da Frigo King entrará em plena operação, tendo a empresa concluído a atualização de suas linhas de produção em 2019 para iniciar em 2020, porém adiou os planos retomá-los agora em 2021. A ação estratégica da companhia começou a ser implementada em 2014, com o início do desenvolvimento do gerador para contêiner frigorífico Power Mobil, que estreou no mercado em 2019. Já as linhas Apollo e Titan, muito difundidas no mercado, foram desenvolvidas em 2016.

Outro fator importante foi o crescimento das exportações em 2020. A Frigo King faturou US$ 1,7 milhão com vendas ao exterior no ano passado, contra US$ 1,5 milhão em 2019. “A taxa de câmbio ajudou, mas a empresa conquistou novos mercados também como Bahrein e República Dominicana”, explica o executivo. Atualmente, a companhia exporta para Estados Unidos, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Quatar, Uruguai, Paraguai, Chile, Bolívia, Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Panamá, Costa Rica, El Salvador, Nicarágua, Honduras, Guatemala, México, Canadá, Jamaica, Índia e República Dominicana.

Tendo em vista o aumento da demanda pelo transporte de medicamentos durante a pandemia, assim como a necessidade de distribuição no país das vacinas contra a covid-19, a Frigo King também fechou parceria com a japonesa Denso para distribuição exclusiva no Brasil do Pharma Express, sistema de refrigeração de cargas específico para veículos comerciais de pequeno porte, como minifurgões e furgões, o que facilita a coleta e entrega dos produtos nos ambientes urbanos.

Foto: Frigo King