Acionistas aprovam fusão entre FCA e PSA para criação da Stellantis

A Fiat Chrysler Automobiles N.V. (FCA) e a Peugeot S.A. (PSA) anunciaram nesta segunda-feira (4) que os seus respectivos acionistas aprovaram a fusão dos dois grupos para a formação do novo grupo Stellantis N.V., com mais de 99% dos votos a favor da transação. Foram aprovadas também outras questões relacionadas à fusão, como a nomeação dos membros do conselho de administração da Stellantis, que assumirão no dia seguinte à data de conclusão da fusão.

A fusão entre a FCA e a PSA deverá ser concluída até o dia 16 de janeiro, sábado. A partir dessa data a união se chamará oficialmente Stellantis, e as ações do novo grupo começarão a ser negociadas em 18 de janeiro, segunda-feira, no Mercado Telemático Acionário da Bolsa de Valores de Milão e na Euronext em Paris, e em 19 de janeiro, terça-feira, na Bolsa de Valores de Nova York.

A Stellantis terá como CEO o português Carlos Tavares (atual CEO da PSA) e a sede da nova companhia será em Amsterdã, nos Países Baixos. O novo grupo reunirá sob o mesmo teto as marcas automotivas europeias e norte-americanas dos dois grupos além das fornecedoras da cadeia automotiva Comau, Mopar, Faurecia e Gefco. Os proprietários principais da Stellantis serão o Grupo Axor (família Agnelli), a família Peugeot e, em cotas menores, a República Francesa e a Dongfeng Motor Corporation, entre outros.

Imagem: FCA/PSA