Fábrica da FPT Industrial em Sete Lagoas celebra 20 anos

A FPT (Fiat Powertrain Technologies) Industrial comemora neste ano duas décadas de atividades da sua planta industrial em Sete Lagoas (MG). A fabricante de motores e transmissões faz parte do complexo do Grupo CNH Industrial, que integra também a fábrica da Iveco, inaugurado em 2000. Com área total de 65 mil metros quadrados e área coberta de 21 mil metros quadrados, a FPT recebeu avanços tecnológicos que proporcionaram aumento médio de produtividade de mais de 10%.

“Determinamos que o propósito da fábrica seja propiciar a melhor experiência de manufatura para os nossos clientes, visitantes e funcionários. Aplicamos as melhores práticas, criamos ambientes de trabalho cada vez mais produtivos, seguros e intuitivos que garantem a qualidade dos nossos produtos. Temos fluxos logísticos flexíveis para atender com rapidez e assertividade as demandas do mercado”, afirma Mario Coriale, gerente de Operações da FPT Sete Lagoas.

Com cerca de 230 funcionários que colaboram para produzir um motor a cada três minutos, a unidade é responsável pela fabricação dos propulsores movidos a diesel das famílias FPT F1A, F1C, NEF e S8000, e conta com novos ambientes digitais e intuitivos, que reduzem sistematicamente os desperdícios de tempo e materiais. Os motores que saem da fábrica mineira equipam veículos das marcas Fiat, Iveco, Case IH, New Holland e Landini.

Além de fornecer propulsores para veículos dos segmentos on-road (transporte de cargas e passageiros) e off-road (agricultura, construção, e marítimo), a FPT Industrial disponibiliza para o setor de geração de energia motores para grupos geradores (G-Drive) e conjuntos de geradores completos (Genset). Atualmente são mais de 615 mil motores FPT em atividade no mercado da América do Sul.

O processo de montagem é monitorado por sistemas de controle automatizados de última geração do First Time Quality. Todos os motores são submetidos a testes de dinamômetro, atestando parâmetros de qualidade e potência. A unidade possui salas do banco de provas, onde são realizados testes que simulam condições reais de operação dos propulsores para monitoramento e análise de vibrações e temperatura.

A unidade é certificada com o nível prata do World Class Manufacturing (WCM), um dos mais altos padrões da indústria de manufatura no mundo, instituído pelo Grupo FCA, coligado à CNH Industrial, e alcançou a meta de Aterro Zero, reciclando 100% dos resíduos, cumprindo o compromisso da companhia com a sustentabilidade.

“Quanto mais melhoramos a produtividade e a qualidade, eliminando desperdícios, menor será o custo de manufatura. A matriz das melhorias é o WCM, modelo que já está no DNA dos nossos colaboradores. Em cada estação de trabalho há soluções desenvolvidas pelo nosso time”, declara Izidro Penatti, diretor industrial da CNH Industrial.

Foto: FPT Industrial