DNIT finaliza adequação e restauração de 17 quilômetros na BR-414 em Goiás

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) concluiu, nesta quarta-feira (16), a adequação e a restauração de 17 quilômetros de pista na BR-414, no segmento localizado entre as cidades goianas de Cocalzinho de Goiás (km 375) e Corumbá de Goiás (km 392).

A região tem importância econômica relevante para o país. É conhecida pela extração de minerais, abrigar centros industriais, rota de transportes de bens e serviços, pelo turismo ecológico e religioso (Pirenópolis, Corumbá de Goiás e Moquém). Por isso, apresenta um fluxo intenso de veículos leves e pesados.

As obras de restauração começaram em junho deste ano. Inicialmente foram realizados o alargamento da plataforma, em busca da construção de acostamentos, e a implantação de terceiras faixas adicionais em 7,80 quilômetros nos dois sentidos da rodovia. As ações foram necessárias pela existência de locais em que a rampa é extensa e impede a ultrapassagem, resultando na retenção do fluxo de veículos, no aumento do tempo de viagem e no índice de acidentes.

Posteriormente foram executados os serviços de aplicação do revestimento em Tratamento Superficial Duplo (TSD) seguido da camada de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) na pista, acostamentos e nas terceiras faixas. Agora em dezembro foi realizada a sinalização horizontal de todo o segmento.

A conclusão da obra aumentará a vida útil do pavimento, o conforto e a segurança dos usuários. Haverá a otimização da logística dos transportes de bens e de serviços, favorecendo o desenvolvimento da região. Além das intervenções neste segmento, as equipes do DNIT realizam, desde o início da vigência do contrato, os serviços de manutenção rotineira no trecho que liga as cidades de Niquelândia e Anápolis.

Essas intervenções fazem parte do contrato que contempla a elaboração dos projetos básico e executivo, além da execução das obras nos 237,90 quilômetros da BR-414 que estão sob a jurisdição do DNIT. O contrato foi iniciado em 2016 e tem previsão de término em setembro de 2021. O valor total do investimento é de R$ 198.814.161,80.

Por: CGCS DNIT/Minfra | Foto: DNIT