Linha pesada ajuda na recuperação de perdas do setor de implementos, diz Anfir

As vendas aquecidas de implementos rodoviários da linha pesada ajudam a recuperação acelerada de perdas do setor em 2020, apesar da crise consequente da pandemia do novo coronavírus. O segmento de carrocerias pesadas é impulsionado principalmente pelo aumento de demanda das operações do agronegócio e da construção civil. Os implementos basculante, baú carga geral e carrega-tudo se destacam no desempenho do setor.

O total de emplacamentos do segmento pesado de janeiro a outubro de 2020 chegou a 53.642 unidades, ante 53.240 produtos no mesmo período de 2019. Isso representa variação positiva de 0,76%. “O desempenho de reboques e semirreboques indica que a crise em nosso setor deverá ser de curta duração”, diz Norberto Fabris, presidente da Anfir (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários).

Já o segmento leve de carroceria sobre chassi registra retração de 7,26%. De janeiro a outubro de 2020 o total de emplacamentos registrados foi de 43.480 unidades, contra 46.883 produtos no mesmo período do ano passado. “O resultado dos dois segmentos reforça nossa previsão que poderemos registrar um ano de negócios semelhante ao exercício anterior”, conclui Fabris.

Foto: Randon