Fiat Toro atinge 300 mil unidades produzidas

A Fiat celebra a marca de 300 mil picapes Toro produzidas na planta industrial da FCA (Fiat Chrysler Automobiles) em Pernambuco. O modelo, que se tornou um sucesso imediato em seu segmento desde seu lançamento, segue um novo conceito denominado pela marca como SUP (sport utility pick-up) ao combinar as características de caminhonete e de SUV.

“O Fiat Toro definitivamente é um veículo que mudou a história da Fiat. É um sucesso instantâneo de vendas desde o início. A aprovação do consumidor é comprovada quando vemos resultados como a marca histórica que alcançamos de 92% de market share no segmento C-pickups no acumulado desse ano”, destaca Herlander Zola, diretor de Brand Fiat e Operações Comerciais Brasil.

Ao contrário do que é mais comum nos projetos de picapes, que utilizam chassi, a Toro foi desenvolvida com plataforma monobloco, similar à dos automóveis. Isso fez com que a picape da Fiat apresentasse comportamento similar ao de carros e SUVs, o que contribuiu para a definição do conceito SUP. Além da Toro, algumas outras picapes adotaram estrutura monobloco, como a Subaru Baja, a Honda Ridgeline e a Renault Oroch (esta última também fabricada no Brasil).

A Toro é produzida na mesma linha de montagem dos Jeep Renegade e Compass no moderno complexo industrial da FCA em Goiana (PE), estabelecido dentro do conceito de indústria 4.0. A picape da Fiat é também exportada para vários países da América Latina, sendo vendida em alguns mercados como Ram 1000. Está previsto para a Toro no próximo ano um facelift com adoção do novo logo Fiat “Script” na grade, similar ao da nova Strada.

Foto: Fiat