Iveco fecha a venda de 100 Stralis movidos a gás natural na Argentina

A Iveco realiza a maior venda de caminhões a gás natural da América do Sul, fechando a entrega de 100 unidades do Stralis NP, com motor movido a GNC (gás natural comprimido), para a empresa NRG Argentina, fornecedora de areia de fratura para a indústria petrolífera, que atua na região de Vaca Muerta, próximo à Patagônia, onde está localizado um reservatório de petróleo e gás.

“A aquisição de uma frota de caminhões a GNC é um claro exemplo da importância para a NRG Argentina de incorporar tecnologias e boas práticas que levem em conta o cuidado com o meio ambiente e, ao mesmo tempo, fornece as soluções que os clientes precisam”, disse Cesar Guercio, CEO da NRG Argentina.

Os Stralis NP da NGR, que operarão entre as províncias argentinas de Entre Ríos, Neuquén e Río Negro, estão na configuração AS440S46T/P 6×2, com cabine similar à do Iveco Hi-Way e motor FPT Cursor 13 movido a GNC, com 460 cv de potência, que apresenta reduções na emissão de gases de até 90% de dióxido de nitrogênio, 99% de partículas e até 95% de dióxido de carbono quando o biometano é utilizado como combustível.

No contrato de venda também foi incluída a assessoria da Iveco para auxiliar a NGR na criação de um centro exclusivo de atendimento e manutenção dos novos veículos dentro da sede da companhia, localizada na província de Río Negro. A iniciativa visa a facilitar e agilizar o abastecimento e manutenção dos Stralis movidos a GNC, e conta com a parceria da concessionária Iveco local.

“Continuamos oferecendo a nossos clientes uma solução sustentável, tanto para o meio ambiente quanto para a rentabilidade do negócio. Essa venda significa um grande passo para a introdução dessa tecnologia no mercado local onde a Iveco procura liderar a mudança, como fizemos na Europa, e que responde a uma mudança na matriz energética em nosso país. Além disso, a venda de 100 contratos de manutenção para essas unidades reafirma um acordo ao longo do tempo em que a Iveco não oferece um produto, mas sim uma solução logística e operacional completa”, diz Francisco Spasaro, diretor comercial da Iveco Argentina.

Foto: Iveco