Scania lança caminhões elétricos e híbridos na Europa

A sueca Scania apresentou na Europa a sua nova linha de caminhões com propulsões 100% elétrica e híbrida prug-in. A eletrificação da frota de veículos comerciais pesados é decisiva para atingir a meta do Acordo de Paris. A Scania irá, nos estágios iniciais, desenvolver e produzir os novos modelos eletrificados em parceria com seus clientes. “Estamos convencidos de que os clientes inovadores estarão ansiosos para liderar o caminho da eletrificação, dando os primeiros passos na preparação de suas frotas para o futuro”, afirma Anders Lampinen, diretor de Novas Tecnologias da Scania.

“É com muito orgulho que anunciamos o início do compromisso com a eletrificação. Nos próximos anos, lançaremos produtos eletrificados anualmente para toda a nossa linha de veículos, para isso estamos reorganizando nossas unidades fabris. Em alguns anos, também teremos caminhões elétricos de longa distância, adaptados para carregamento rápido durante os períodos de descanso obrigatórios dos motoristas”, afirma o presidente e CEO global da Scania, Henrik Henriksson.

O caminhão 100% elétrico é oferecido com cabines das séries L e P e é equipado com uma bateria de 165–300 kWh para o motor elétrico de 230 kW, equivalente a aproximadamente 310 cv. Os clientes podem selecionar cinco ou nove baterias, chegando a uma autonomia de até 250 km com uma única carga.

O modelo híbrido plug-in também utiliza cabines L e P, que poderá rodar longas distâncias em modo de motor de combustão com combustível renovável e até 60 km em modo elétrico, reduzindo significativamente as emissões. Ambas as tecnologias se baseiam no sistema modular com componentes já testados e aprovados em toda a linha de caminhões da Scania, o que ajuda a reduzir os custos operacionais dos novos veículos.

“Embora os veículos eletrificados em certos aspectos representem uma nova tecnologia, tomamos todas as medidas possíveis para garantir que aplicamos os mesmos critérios de disponibilidade usados em nossos outros caminhões. Scania significa qualidade premium e nem é preciso dizer que essa também é uma característica de nossos caminhões elétricos”, diz Lampinen. “Em empresas de transporte com grandes frotas, a implementação oferece uma oportunidade antecipada de ganhar experiência nesta área. Enquanto isso, sabemos que grandes compradores de transporte estão interessados em reduzir a emissão de gases do efeito estufa.”

Os veículos movidos a combustíveis alternativos e eletrificados fazem parte da estratégia global de sustentabilidade da Scania e do Grupo Traton, e são implementados nos mercados em que a marca atua conforme condições locais de infraestrutura e econômicas. No Brasil, por enquanto, os caminhões movidos a gás natural e biometano são a melhor opção para clientes que apoiam a redução de emissão de gases. Ainda não há data definida para os novos veículos elétricos da Scania chegarem ao mercado brasileiro.

Foto: Scania