Grupo Traton faz nova proposta de fusão com a International Trucks

A Traton, braço do Grupo Volkswagen dedicado à atuação no segmento de veículos comerciais e que integra as marcas VW Caminhões e Ônibus, MAN Truck & Bus e Scania, fez nova proposta de fusão com a Navistar Corporation, grupo norte-americano fabricante dos caminhões, ônibus e motores International e dos motores MWM.

A Traton já possui atualmente 16,8% das ações ordinárias em circulação da Navistar e ofereceu pelas ações que ainda não são pertencentes à Traton o valor de US$ 43 por ação em dinheiro, o que representa um aumento de 23% em relação aos US$ 35 por ação que a Traton havia ofertado em janeiro.

A Traton terá de aguardar a análise da nova proposta pelos membros independentes do conselho de administração da Navistar, que avaliarão as condições do acordo de fusão entre as duas companhias. Além do conselho de administração da Navistar, a fusão também está sujeita à análise e aprovação final dos conselhos da Traton SE, da Volkswagen AG e dos acionistas das empresas envolvidas.

“Continuamos a acreditar nos benefícios estratégicos atraentes que uma fusão completa da Traton e da Navistar produziria. É por isso que estamos enfatizando novamente nosso interesse na transação, apesar da pandemia da covid-19 ”, afirmou Matthias Gründler, CEO da Traton SE.

Através da fusão com a Navistar, o Grupo Traton passaria a ter um braço para atuação no importante mercado de veículos comerciais pesados da América do Norte, onde já estão presentes os grupos rivais Paccar (com as marcas Kenworth e Peterbilt), Daimler Trucks (com Freightliner, Western Star e Mercedes-Benz Vans) e Volvo Group (com Volvo Trucks e Mack).

Foto: International