Fábrica da Ford Caminhões em SBC é vendida e deve se tornar centro logístico, diz prefeito

A Construtora São José adquiriu o terreno da fábrica da Ford instalada em São Bernardo do Campo (SP), no ABC Paulista, que encerrou suas atividades no ano passado. A informação foi anunciada por Orlando Morando, prefeito de São Bernardo, segundo o UOL, que apurou notícia originalmente publicada pelo InfoMoney. Morando diz ter recebido ontem (16) a informação de Mauro da Cunha Silvestri, sócio-diretor da construtora, segundo o qual o negócio foi fechado por cerca de R$ 550 milhões. O prefeito diz que o imóvel terá de ser utilizado para atividades industriais ou de logística, como determina o plano diretor da cidade.

“Já informei o governador sobre a venda. Recebi da Construtora São José a informação de que o foco principal é buscar uma montadora para utilizar as instalações mediante contrato de aluguel. A parte do terreno que restar seria utilizada como centro logístico. Acende uma esperança. Nossa preocupação principal é de que a área seja utilizada como polo gerador de empregos”, declara Morando.

A transação marcaria a volta da São José, mais conhecida pelos empreendimentos imobiliários no segmento de alto padrão, ao setor logístico, que fez parte da história da empresa em seu início. “O mercado está receptivo novamente”, afirmou Silvestri ao InfoMoney. Segundo ele, além da operação logística, a São José vai buscar negociar com alguma montadora para ocupar parte do terreno, que tem aproximadamente 1 milhão de metros quadrados, com cerca de 500 mil metros de área construída.

Procurada, a Ford não confirmou a concretização do negócio, mas informa que a São José está no páreo. “A Construtora São José é um dos potenciais compradores, porém, não temos nada para anunciar no momento. Forneceremos informações adicionais quando avançarmos para uma decisão final sobre a venda da planta de São Bernardo do Campo.”

A fábrica originalmente pertencia à Willys-Overland do Brasil, montadora que foi adquirida pela Ford no final da década de 60, e produziu modelos como o Jeep, o Renault Gordini e o Ford Corcel, entre vários outros. Até o ano passado, a Ford produzia lá a sua linha de caminhões e o compacto Fiesta, e anunciou o fechamento da planta em fevereiro. A unidade foi encerrando suas atividades ao longo de 2019 e fechada definitivamente em outubro passado, demitindo cerca de 1.800 funcionários. A medida, segundo a Ford, é parte da reestruturação global das operações da montadora.

Desde então surgiram diversos rumores sobre potenciais compradores, como o Grupo Caoa e a chinesa BYD, mas que não avançaram. O governador João Doria chegou a intermediar a busca de um comprador para a fábrica logo após seu fechamento, não obtendo êxito em suas negociações. Mas agora o destino da histórica fábrica de São Bernardo do Campo deve chegar a uma conclusão em breve.

Com informações de UOL e InfoMoney | Foto: Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Estadão Conteúdo