Scania entrega primeiros caminhões movidos a GNV/biometano do Brasil

A Scania entregou nesta quinta-feira, 28, os primeiros caminhões movidos a gás natural veicular (GNV) e ou biometano do Brasil. São quatro modelos R 410 6×2, sendo dois para a RN Express e outros dois para a Jomed Log, ambas transportadoras que realizam a distribuição de produtos da L’Oreal. Os veículos serão usados na rota São Paulo-Rio de Janeiro. A venda, entrega, suporte operacional e manutenção dos caminhões ficaram a cargo da Casa Scania Codema, de Guarulhos (SP). A RN e a Jomed adquiriram os veículos durante a Fenatran 2019.

“Este momento é de grande alegria para a Scania no Brasil e no mundo. Celebrar a entrega dos primeiros caminhões a gás comprova que estamos no caminho certo liderando a mudança para um sistema de transporte mais sustentável”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. “A Scania, a RN Express e a Jomed Log entram juntas para a história comprovando que estão, de fato, contribuindo para a redução das emissões de CO2 no planeta. Temos certeza que estas duas transportadoras e seus embarcadores servirão de modelos para outras empresas.”

A rede de concessionárias Scania está sendo preparada para dar suporte aos novos modelos a gás, serão necessárias poucas mudanças como a adoção de boxes, ferramentas e check-list especiais, que serão implementados ao longo dos próximos meses. A Codema de Guarulhos já está pronta para atender os caminhões. No último dia 26 de maio foi feita a entrega presencial dos modelos para a RN e a Jomed.

“Foi sem dúvida um momento histórico para a Scania e a Codema. Fazer a cerimônia de entrega, durante o período da quarentena do coronavírus, foi um desafio que contou com a máxima segurança. Os caminhões precisam rodar para cumprir os acordos e os clientes não viam a hora de ter esses modelos mais sustentáveis circulando pelas estradas”, diz Eronildo Santos, diretor-geral das Casas Scania, formadas pelas concessionárias Codema (SP e MG), Cavese (SC) e Suvesa (RS). “Daremos todo o suporte para a operação dos clientes. Vamos garantir a manutenção em dia e a disponibilidade da frota.”

Os caminhões da Scania movidos a gás não são convertidos de diesel para gás, usam motor de seis cilindros OC13 de 12,7 litros, de ciclo Otto, com queima do combustível realizada por velas de ignição, similar ao de propulsores de carros flex, mas com tecnologia específica para o uso de GNV e ou biometano, apresentando 410 cv de potência e 204 mkgf de torque. A versão a diesel oferece 15 mkgf a mais de torque, porém o motor a gás emite 15% menos CO2 com o uso de GNV e 90% menos com biometano, além de ser 20% mais silencioso. Esse propulsor já está em conformidade com o Proconve P8, que entrará em vigor em 2023.

Foto: Scania