Iveco e Nikola produzirão caminhão elétrico na Alemanha

A CNH Industrial anunciou que suas marcas Iveco e FPT Industrial, em parceria com a Nikola Motor Company, fabricante norte-americana de caminhões híbridos, produzirão, através de joint venture, o caminhão Nikola Tre em Ulm, na Alemanha. O Tre possui propulsão elétrica gerada por célula de hidrogênio (FCEV).

A CNH Industrial adquiriu uma participação de US$ 250 milhões na Nikola, como principal investidor da Série D, já tendo anunciado a parceria no final de 2019 com a apresentação do Nikola Tre, cuja planta em Ulm integra o núcleo de engenharia de chassi da Iveco, estrategicamente posicionado na região central de Baden-Württemberg, que vem se destacando como polo da mobilidade com célula de combustível graças a investimentos substanciais no financiamento de pesquisa e desenvolvimento na área, que possui uma forte indústria automotiva e parcerias estratégicas, com o benefício da proximidade com os principais fornecedores.

“A decisão de produzir o Tre em grande volume na cidade de Ulm é um bom exemplo de como criar empregos, promover inovação, dar segurança a novos fornecedores de peças com emissão zero e servir de exemplo para outros fabricantes de equipamentos originais. O mundo está pronto para o transporte de cargas sem emissões e essa joint venture entre a Nikola e a Iveco será a primeira a oferecer isso”, declarou Trevor Milton, CEO da Nikola Motor Company.

O que também favorece a escolha da cidade é o fato do governo alemão ter lançado o programa Estratégia Nacional para o Hidrogênio, reservando um total de 2 bilhões de euros para financiamento de projetos de inovação no uso de hidrogênio, que inclui a infraestrutura de distribuição. “Nossa joint venture europeia com a Nikola, e o anúncio de hoje, são provas de que os transportes de longa distância com emissão zero estão se tornando uma realidade e resultando em benefícios ambientais tangíveis para os transportadores de longa distância e os cidadãos da Europa”, afirmou Hubertus Mühlhäuser, CEO da CNH Industrial. “A decisão de fabricar o Nikola Tre em Ulm, um centro de excelência em engenharia de caminhões para serviços pesados, ressalta a localização estratégica no centro do polo tecnológico de células de combustível da Alemanha.”

No primeiro estágio do projeto serão investidos 40 milhões de euros pela joint venture para aprimorar as instalações de manufatura, que vão se concentrar na montagem final do veículo. A previsão é que o início da produção ocorra no primeiro trimestre de 2021, com as entregas do Nikola Tre começando no mesmo ano. Os primeiros modelos a entrarem em produção serão cavalos mecânicos extrapesados elétricos nas versões 4×2 e 6×2, baseados no novo Iveco S-Way. Os veículos têm baterias modulares e escalonáveis com capacidade para até 720 kWh e sistema elétrico de transmissão que fornece até 480 kW de energia contínua. O estoque de módulos será fornecido pelas fábricas da Iveco na Espanha.

A joint venture visa a atender às normas de emissão zero de CO₂ por caminhões da Classe 8 que entrarão em vigor nos mercados da América do Norte e Europa, aproveitando a experiência de cada um dos parceiros para implementação com êxito de uma linha de caminhões especialmente dedicada à demanda por veículos ambientalmente adequados. “O Nikola Tre está provando ser o caminhão articulado mais moderno do mundo e vai continuar definindo o padrão de veículos com emissão zero hoje e no futuro”, destacou Trevor Milton.

Foto: Nikola Motor/CNH Industrial